Roteiro Paris: Andando a pé

 
Eu gosto tanto de Paris que já fui 5 vezes por lá! E com certeza voltarei outras, já que agora estudo francês e um dos meus sonhos de consumo é passar um tempinho (um mês de férias quem sabe…) estudando!
Já fui em várias épocas do ano, mas a que mais gosto é na primavera! As pessoas estão mais felizes com o aumento da temperatura, quase não faz frio (cuidado que o tempo às vezes engana) e as árvores estão ficando floridas. 
Estive recentemente, no final de Maio, com minha irmã e como era a primeira vez dela na cidade fiz um roteiro para não deixarmos de ver nada! O tempo estava meio fechado e até fez um friozinho, mas aproveitamos mesmo assim!
Gosto de andar de um lugar para o outro, sempre acho que essa é a melhor forma de conhecer a cidade, e acho que Paris foi feita para isso! Apesar da cidade ser muito grande, os principais pontos de interesse são relativamente próximos e eventualmente pegamos o metro. Por isso acho importante investir num hotel bem localizado, você vai acabar economizando em transporte e tendo mais tempo para chegar nos lugares legais.
Montei algumas sugestões de roteiros que pode ajudar quem vai pela primeira vez na cidade e aproveitar a proximidade entre os lugares
 
Roteiro 1: George Pompidou – Prefeitura – Notre Dame – Saint German – Jardin du Luxembourg
 
 
Ficamos hospedadas próximo do George Pompidou e começamos nosso passeio andando até lá. Fiz um post sobre a hospedagem com mais detalhes. Dessa vez não entrei no museu (gosto bastante das obras modernas), mas gosto da arquitetura moderna do prédio. Vale a pena conferir as exposições disponíveis quando estiver na cidade! Do lado do museu tem uma área com várias esculturas, muito descoladas e coloridas! 
 
Logo ali fica o prédio da prefeitura (Hotel de Ville) que é bem imponente. Dessa vez tinham montado na frente uma arena para as pessoas assistirem os jogos de Roland Garros e nem com a mega estrutura que tinha em volta fez o prédio perder o charme.
 
 
 
Andando mais um pouco você encontra a Notre Dame logo do outro lado da ponte e vale a pena ir conhecê-la. Amo essa igreja! Acho ela linda e tem um charme todo especial! Adoro ficar olhando aquelas gárgulas que fazem caretas! Vale a pena dar uma volta e ver a estrutura da parte de tras também. O coreto e o parque parecem de uma cidade pequena. Não tirei fotos durante o dia e por isso coloquei essa que tirei a noite, olha que lua linda!
 
 
Atravessando mais uma ponte você chega em Saint Germain, um lugar bem agradável onde fica a Sorbone, vários bons restaurantes, crepes na rua e o Jardin du Luxembourg. Esse jardim é lindo! Agradável para ficar sentada vendo o tempo passar, descansando ou até fazer um pic nic no final do dia! No fim de semana ele está sempre cheio (quando o tempo está bom!). 
 
 
Roteiro 2: Louvre – Jardin du du Tuleries – Praça da Concordia – Igreja Madeleine 
 
 
Começar o dia no Louvre pode ser uma boa, já que o museu é enorme e você precisa estar bem descansada para aproveitar bastante (e ter paciência para brigar por um lugar para ver a Monalisa). Aprendi ao longo da vida que não adianta querer ver tudo que eu só me canso e acabo sem aproveitar, então normalmente pego o mapa do museu e escolho os setores ou temas que tenho interesse para poder começar por eles. Assim tenho certeza que vou ver o que gosto. Algumas vezes arrisco a conhecer algo novo, o que também gosto mas tudo depende do tempo que tenho e a minha disposição de passar horas dentro de um museu.
Saindo do Louvre, vale a pena sair caminhando no sentido do Arco do Carrossel e entrar no Jardin du Tulleries. Acho ele bem a cara de Paris e sempre me sinto meio local por lá, por mais que seja cheio de turistas…rs 
Vá andando até o final do jardim, que você chegará na Praça da Concordia, mais um cartão postal de Paris. 
 
 
 
Bem próximo está a igreja de Madeleine que é bem grande e chama atenção pela localização bem no meio da rua, o que dá ainda mais destaque para ela.
 
 
Logo ali perto tem uma Ladurée, a famosa loja dos macarrons (são caros mas deliciosos!) e também tem uma Fachon, outra doceria chique da cidade , que acabei sem provar (ficará para a próxima com certeza!). 
 
Como esse post está ficando muito grande vou dividir as dicas em outros posts, ok? Já viram que me empolgo mesmo falando de Paris….rs
 
Espero que gostem!

2 comentários Comentar via blog

Comentários via facebook

Comentários via blog

  1. Isabela

    Muito boaaaa!
    Eu particularmente sou super a favor de roteiros a pé pelas cidades europeias. Elas são tão lindas que explorá-las melhor em uma caminhada é uma excelente alternativa.

    Muito obrigada pelas dicas.

    Responder
    1. Ingrid Luiggi

      E andar em Paris é sempre divertido, né? Um sapato confortável e vontade de explorar sempre ajudam! Volte sempre no blog! Beijos, Ingrid

      Responder

Deixe seu comentário